Sustentabilidade dos sistemas alimentares locais

A sustentabilidade dos sistemas alimentares locais é o tema do 2ª diálogo dedicado a divulgar os resultados da Política de coesão na Região do Algarve.

A organização é do Europe Direct Algarve, da CCDR Algarve e da associação In Loco. A jornalista Susana Helena de Sousa vai moderar o Painel que abordará as seguintes questões:

1. Porque é que, em contexto de Pandemia, a necessidade da existência de Sistemas Alimentares Locais, vivos, participados e sustentáveis, adquiriu um renovado interesse por parte da comunidade?

2. Como podemos complementar e harmonizar as atuais respostas dos Sistemas Produtivos Globais e massificados com os Sistemas Alimentares Locais?

3. Na “Estratégia do Prado ao Prato” apresentada em 20 de maio de 2020, a Comissão Europeia (CE) pretende construir um sistema alimentar sustentável na União Europeia (UE) que salvaguarde a segurança alimentar e proteja as pessoas e o ambiente. Muitas pessoas vêm este objetivo com incredulidade e até desconfiança, face ao histórico da PAC. Como demonstrar que este é um objetivo concreto e real?

4. Quais os elementos-chave e os problemas críticos a ultrapassar para que os Sistemas Alimentares Locais sejam sustentável, tanto do ponto de vista económico como social e ambiental?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *